sexta-feira, 6 de maio de 2011

Protesto: Professores retiram a barba, contra o autoritarimo do Governo Wagner



Os professores da Universidade Estadual de Feira Estadual (Uefs) fizeram um protesto em frente à Prefeitura Municipal de Feira de Santana na manhã desta sexta-feira (6) ao retiraram a barba fazendo referência ao governador Jacques Wagner. Neste domingo (8), o governador vai tirar sua barba por R$ 500 mil através de um acordo que fez com a Gillete.

Professor Uzeda, fazendo a barba.
A greve dos professores já dura quase um mês e prejudica cerca de 60 mil alunos. Segundo a Associação dos Docentes da Universidade de Feira de Santana (Adufs), a categoria quer a retirada de uma cláusula do acordo salarial 2010 que impede melhorias salariais pelos próximos quatro anos e a revogação do Decreto 12.583/11 que reduz os gastos públicos no ano de 2011.

Ainda de acordo com informações da Adufs, por enquanto, o governo enviou uma resposta oficial aos representantes dos professores na qual mantém a cláusula e afirma só assinar o acordo salarial após a categoria sair da greve. Informações do Correio.

Os servidores Técnicos também participaram da manifestação, prestando apoio aos professores e protestando contra o autoritarismo do Governo Wagner.

Nenhum comentário: