Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2012

Servidores estaduais aumentam pressão por aumento salarial

O governador Jaques Wagner terá dificuldades neste início de ano para lidar com a pressão do funcionalismo por aumento salarial, sinaliza a coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde. Segundo Rubens Santiago, diretor do Sindicato dos Fazendários da Bahia, há previsão no orçamento deste ano para um reajuste de 5,9%. O problema é que a inflação deve ficar entre 6% e 7%. Para complicar a situação do governo estadual, o novo salário mínimo nacional é de R$ 622 e, como foi firmado o compromisso de igualar o menor salário-base do Estado a este valor, o impacto nas contas deverá ser grande. A coluna ainda lembra que os sindicatos podem fazer muito barulho com a troca da folha de pagamento do funcionalismo para a Caixa Econômica Federal. Enquanto o Banco do Brasil, antigo detentor da folha, tem 352 agências no estado, a Caixa tem 112. Para finalizar, ainda há a ameaça do Sindicato dos Médicos, que discute uma greve que atingiria as emergências. Fonte:http://www.bahianoticias.com.b…