CARTA ABERTA AOS SERVIDORES TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS DA UEFS

A LUTA PELA REVOGAÇÃO DO DECRETO TAMBÉM É NOSSA!
Convidamos todos os servidores da UEFS para refletir sobre a situação atual da categoria. Vivenciamos um período de estagnação do nosso movimento, temos dificuldades para nos organizar, entretanto vivenciamos todos os dias os problemas referentes aos servidores se acumularem. A histórica reivindicação do pagamento da URV nunca foi alcançada, nossos salários não têm aumento real há anos, subindo apenas o suficiente para não ficar abaixo do salário mínimo. Os auxiliares administrativos permanecem fora do plano de cargos e salários que ainda nem foi regulamentado e os servidores técnicos relotados continua sem perspectivas de crescimento. Além disso, há morosidade na análise dos processos de insalubridade e neste ano fomos atacados com mais uma das artimanhas deste governo: o Decreto 12.583/11 e a Portaria Conjunta 001/11. Este Decreto e Portaria afeta diretamente os servidores nos pontos:
Será vetada a reestruturação ou qualquer revisão de planos de cargos e salários dos servidores;
Suspensão da concessão de afastamentos de servidores públicos para
realização de cursos de aperfeiçoamento ou outros que demandem substituição.
Suspensão do aumento na cota das Gratificações por Condições Especiais de
Trabalho – CET e Regime de Tempo Integral e Dedicação Exclusiva – RTI
Suspensão de convocações de concursados;
Redução de verbas destinadas às viagens, realização ou contratação de cursos, seminários e outros, incluindo, passagens, diárias, deslocamentos, etc.;
Suspensão de despesas de contratos de locação e de prestação de serviço;
Suspensão de aquisição de bens;
Suspensão de despesas com recepções, hospedagem e solenidades;
Suspensão de serviços de Discagem Direta à Distância - DDD e Discagem Direta Internacional – DDI;
Suspensão de serviços de postagem e reprografia;
Redução de gastos com a frota de veículos oficiais;
Redução de gastos com água e energia.
Todos esses cortes atingem de maneira drástica o funcionamento da Universidade, permitindo a conseqüente evasão de pessoal qualificado: Técnicos e Docentes. Entendemos que para garantir as conquistas que almejamos será exigido um esforço de mobilização da categoria. É por isso que não devemos continuar na passividade, no comodismo, como se o dever da participação, do enfretamento fosse de poucos, precisamos nos conscientizar que este papel cabe a cada um de nós, a luta só será possível se contar com a participação coletiva de todos os servidores Técnicos, nos tornando uma categoria forte e unida.

“Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas,
mas jamais conseguirão deter a primavera inteira.”
Che Guevara.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

sintest convida aniversariante

Aniversariantes mês do março

Antenção Servidores