segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Seminário: Estado, Desenvolvimento e Políticas Públicas de Valorização dos Serviços e Servidores Públicos

 
16/12/11 – Sexta-feira – 9 horas
Auditório The Plaza Hotel
Av. Ademar de Barros, nº 58, Ondina, Salvador-BA
 
 
 
O FÓRUM ESTADUAL PELA VALORIZAÇÃO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS PÚBLICOS DA BAHIA, promove no próximo dia 16 de dezembro, o Seminário: Estado, Desenvolvimento e Políticas Públicas de Valorização dos Serviços e Servidores Públicos.
 
A proposta das entidades reunidas é de aprofundar as discussões sobre o projeto político eleitoral de 2012, a defesa de uma plataforma democrática voltada para o fortalecimento do Estado, valorização dos servidores públicos, mais investimentos e melhoria da qualidade dos serviços públicos.
 
No Seminário será aprovada uma proposta de CARTA COMPROMISSO apontando as principais reivindicações dos servidores públicos para ser apresentada a sociedade, prefeituráveis, candidatos a vereadores (as).
 
Entre os palestrantes confirmaram presença Sebastião Silva, diretor da CSPB e Alice Portugal, deputada federal.
 
 Quem tiver interesse em participar do Fórum, favor informar ao sintest até quarta feira 14/12.
 
 
 
A Coordenação
 
Fórum Estadual Permanente de Dialogo e Luta Pela Valorização
dos Trabalhadores e Trabalhadoras Públicos da Bahia

Ata da Assembléia Geral Ordinária do SINTEST-BA/UEFS 06/12

Ata da assembléia ordinária dos técnicos estaduais da Universidade Estadual de Feira de Santana, realizada aos seis dias de dezembro de dois mil e onze, na sala de treinamento do RH, no CAU III da UEFS para tratar da seguinte pauta 1) Informes; 2) Servidores Técnicos Lotados na Biblioteca; 3) Participação dos técnicos nos Conselhos Departamentais e Peso do Voto; 4) O que ocorrer. A assembléia foi presidida pelo Coordenador, que iniciou  às nove horas e trinta minutos em segunda convocação, onde seguiu com os informes, a servidora Conceição comunicou sobre a questão do Departamento de Biologia, onde de certa forma há uma falta de legitimidade nas eleições do Departamento. Foi comunicado sobre os acontecimentos na ultima reunião do fórum das doze, também avisou da questão da participação dos servidores técnicos da UEFS no Fórum Estadual de Educação, e da participação do Fórum das Entidades, na tentativa de unir todos os sindicatos. Informou que no ano de dois mil e doze estão sendo planejados dois seminários e a questão do Natal do Servidor, passada a palavra para os servidores presentes para esclarecimento de duvidas, a servidora Maria José Sampaio alerta à respeito das eleições do CONSU, e suas duvidas são esclarecidas. Dando segmento ao ponto dois da ata foi discutido a questão dos Servidores Técnicos Lotados na Biblioteca, onde foi colocado que essa problemática já é antiga, onde esse grupo de servidores da biblioteca que estão insatisfeito já é o quarto grupo, passou-se a ler o manifesto elaborado pelos servidores da biblioteca, a categoria decidiu que esse documento iria ser encaminhado para a administração da Universidade. As servidoras Maria José Sampaio e Conceição apresentaram suas duvidas, onde foram esclarecidas. Então Conceição comunica que esse manifesto já serviu para esclarecer muitas duvidas. A servidora Roquidéa alertou a respeito da mudança de nomenclatura dos cargos relacionados a biblioteca, e lembrou que ela já tinha avisado que isso iria gerar problemas. Deibson explica sobre a questão da terceirização, e avisa que ficou decidido que a biblioteca não poderia ter funcionários terceirizados. O servidor Josué expõe seus argumentos, onde ele demonstra que esse problema já é antigo. Os servidores continuaram expondo os seus pontos de vistas. O servidor Joel sugere que se deixe os comentários de lado e passe para uma discussão do que deve ser feito, então a servidora Maria José Sampaio lança a proposta de enviar o manifesto ao reitor e marcar uma reunião com o mesmo juntamente com o SINTEST e o RH, e que os servidores digam ao Reitor tudo que foi dito na assembléia, e caso medidas não sejam adotadas para solucionar o problema aí sim os servidores devem paralisar as atividades. Deibson segue com os encaminhamentos, onde será marcada uma nova reunião com a administração da UEFS, e caso essa reunião não tenha os resultados esperados uma nova assembléia será organizada para buscar uma solução do problema. Foi dada a sugestão de que caso não se tenha os resultados esperados na reunião com a administração da universidade se entre com um aparato legal na justiça. A categoria também decide que será solicitado uma lista com o nome dos terceirizados, onde estão e o que fazem. No ponto três que é a questão da participação dos Técnicos nos Conselhos Departamentais e o Peso do voto, deliberou-se que irá ser feito um levantamento dos nove departamentos, onde vai procurar saber qual a participação dos funcionários técnicos, e será encaminhado um oficio solicitando à discussão da representação dos técnicos. A categoria chegou a conclusão de que primeiro se deve lutar pela representação dos técnicos e depois que conseguir alcançar esse objetivo aí sim deve-se lutar pela questão da porcentagem do voto. Deibson seguiu prestando os esclarecimentos das duvidas dos servidores presentes. Informou da volta para a UEFS dos processos de enquadramento que se encontrava na PGE, onde voltou para que a procuradoria jurídica da UEFS possa se manifestar para daí retornar a PGE para que possa ser dado um parecer final. E por ultimo comunicou da questão do Natal do Servidor que acontecerá no dia vinte de dezembro de dois mil e onze na UEFS, onde ficou deliberado que o SINTEST contribuiria com o pagamento da banda.  Tendo sido vencida a pauta, a reunião foi dada por encerrada. E para constar, eu Rafael dos Santos Gomes Estrela lavrei a presente ata, que após lida e aprovada será assinada por mim, e pelos legítimos representantes.  

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Protesto

Após passarmos por diversos governos escolhidos democraticamente e diretamente pelo povo, nos resta a triste constatação de que, independentemente de ideologia, corrente partidária, projeto político, etc., somos facilmente e reincidentemente iludidos quanto aos nossos direitos, sejam eles pessoais ou coletivos. E o pior é que, em determinados momentos, não adianta apelar para ninguém, a exemplo da atual conjuntura política que representa um retrocesso aos objetivos pelos quais tanto reivindicamos, lutamos e conquistamos, pois, na prática vivenciamos uma nítida "ditadura", como outrora respaldada pelo judiciário e pelo legislativo, que ratificam novos projetos de lei, muitos inconstitucionais, por ferirem de morte o pouco que nos restou, sob a perversa lógica do fisiologismo que prevalece sobre a maioria. A quem reclamar ou recorrer? Até quando "apanharemos" para aprendermos que o nosso voto é uma moeda cujo valor pode e deve ser determinamos por nós?
Fica aqui o registro de minha indignação com a situação em que nos encontramos como funcionários públicos do Estado da Bahia.

Marcos Brasileiro.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

RECONHECIMENTO E VALORIZAÇÃO: É isso que o Funcionalismo Público quer



O governo Wagner mudou sua orientação em relação ao funcionalismo. Do início da primeira gestão ao da segunda, há grande diferença de postura. A Mesa Central foi unilateralmente desativada. Em 2011, não houve uma única negociação sequer sobre a pauta geral apresentada pelos servidores e as específicas se arrastam sem definições. Lamentavelmente, voltamos ao tempo em que a data-base no Estado resumia-se apenas a um carimbo no Protocolo da Governadoria.
A opção de não negociar gera vários problemas. Antigas reivindicações não atendidas perduram na injustiça, enquanto direitos e conquistas solapados aumentam o passivo do Estado para com seus servidores, que já é historicamente grande. A troca da conversa pela imposição traz sérios problemas ao próprio governo, como por exemplo, todo desgaste oriundo das mudanças no Planserv.
No meio do ano, uma paralisação do setor de saúde durou vários dias e forçou o governo a negociar. Porém, passados quase quatro meses, a Secretaria de Saúde (SESAB) não cumpriu os compromissos e um novo movimento se avizinha. Parece que os gestores não estão preocupados. Na educação, segurança pública e demais segmentos de servidores, a realidade é muito semelhante. Sem diálogo, a opção de muitas categorias é ir à justiça em busca do direito ou deflagrar greve para arrancar as reivindicações.

URV

Outro exemplo é o caso da URV. O Estado deve, a justiça vem decidindo em favor do funcionalismo, há disposição dos servidores em negociar, mas a opção é procrastinar um direito certo ao invés de encontrar uma saída conversada. Aguardar posição do Supremo Tribunal Federal, como vem declarando o governador à imprensa, para então dialogar com o servidor é abraçar a postura de governos retrógrados ajudando a judicializar a questão, quando o entendimento poderia resolver o impasse.
O servidor público é o estado na vida do cidadão
O servidor está na ponta, nas salas de aula, nos hospitais, no enfrentamento aos bandidos, na fiscalização e arrecadação de impostos, enfim, no atendimento direto à população nas repartições públicas. Em muitos casos, o trabalho é exercido em condições adversas e cumprido pelo compromisso que a imensa maioria tem com o cidadão e pela responsabilidade com a função assumida. Mas é impossível negar que é grande a insatisfação. E um servidor insatisfeito pode representar a falência do sistema. Não se governa para o povo sem ouvir quem está próximo à sociedade.
O governo pode mudar este quadro. O governador Jaques Wagner sempre repete que é um homem de diálogo.  Nunca é tarde para corrigir rumos e é sempre bom lembrar que, além de trabalhador o servidor público é um eleitor.


*Nota para distribuição no dia da manifestação pela passagem do Dia do Servidor Público, no Iguatemi,dia 25.10.

Manifestação em Salvador



segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Ata da Assembléia Geral Extraordinária do SINTEST-BA/UEFS 29/09

Ata da assembléia extraordinária dos técnicos estaduais da Universidade estadual de Feira de Santana, realizada aos vinte e nove dias de setembro de dois mil e onze, no auditório IV, modulo VI da UEFS para tratar da seguinte pauta 1) Informes; 2) Paralisação dia cinco e vinte cinco de outubro de dois mil e onze com ida a Salvador; 3) Orçamento e autonomia das Universidades; 4) O que ocorrer.O Presidente do SINTEST, Deibson Cavalcanti começou a assembléia às nove horas e trinta minutos em segunda convocação, onde logo de inicio foi colocado em votação se seria uma assembléia ou uma reunião ampliada devido ao baixo número de presentes, onde seis servidores votaram a favor de ser assembléia, e três a favor de reunião ampliada, e houve uma abstenção. Sendo assim seguiu-se para o primeiro ponto, os informes: onde foi informado o que ocorreu no fórum das doze e no fórum dos técnicos que aconteceu em Vitória da Conquista. A coordenadora de Eventos do SINTEST Roquidéa segue comunicando, o que ocorreu na ida para Salvador no dia vinte seis de setembro de dois mil e onze, para o lançamento do Fórum Estadual Pela Valorização dos Serviços e Trabalhadores e Trabalhadoras Públicos da Bahia, realizada no Hotel Portobello. Em seguida Roquidéa também avisa da carta que foi elaborada para ser enviada ao governador Jaques Wagner e leu para os presentes, logo após esclareceu as duvidas dos servidores presentes. O presidente do SINTEST segue dando os informes onde comunicou da organização de dois grandes seminários, o primeiro a respeito da copa do mundo (o papel do funcionário publico na copa), o segundo sobre a valorização do funcionário público, onde as datas previstas são nos meses de novembro e dezembro. A servidora Rita Suzart comunica sobre a atuação da comissão de evento, se mostra indignada pelo horário que o evento da secretaria foi marcado, onde ela procurou Rossini visando uma solução. Também comentou da questão dos animais do campus, a questão dos cachorros que estão entrando na Universidade e atacando os gatos, e levantou um questionamento: E se esses cachorros começarem a atacar as pessoas? E pediu para as pessoas presentes a divulgarem a questão da adoção de animais. Passado esse momento a Coordenadora de Eventos Roquidéa comunica da intensa luta do SINTEST em conseguir uma vaga no conselho do PLANSERV. Passando a palavra para os demais presentes o servidor Vandson informa sobre o primeiro seminário de assistência estudantil, que será realizado na UEFS, sendo que contará com a participação das outras Universidades Estaduais, que será realizado nos dias vinte dois e vinte três de novembro, onde conta com a presença tanto dos alunos como dos servidores, onde ocorrerá entrega de certificados. Ainda no momento informes o presidente do SINTEST comunica da retomada das atividades da Estatuinte. Diz que há vagas em comissões, sendo elas: Estatuinte, ações afirmativas, comissão de Esportes. E também avisa sobre a intensa luta em busca de um melhor plano de cargos e salários, onde caso consiga muitos servidores não terão direito pois não participam de comissões. Seguindo para o segundo Ponto de Pauta sobre a questão das paralisações dos dias cinco e vinte cinco de outubro, foi colocado em votação se haveria ou não, a maioria dos servidores presentes aprovaram, onde houve uma abstenção, então ficou definida paralisação com ida a Salvador. O servidor Vandson pede a palavra e faz algumas observações sobre paralisação, onde diz que todo tipo de paralisação é valido, inclusive aquelas que os servidores não participam e ficam em casa. Passada a fala de Vandson, a servidora Rita Suzart pede a fala e faz uma observação, que os servidores não participaram de manifestações em prol do PLANSERV, que envolve diretamente a saúde de todos, então não são outros assuntos que vão mobilizar essas pessoas, que a maioria dessas pessoas só querem paralisar para ganhar um dia de folga. Seguindo Marcos Luciano comenta a questão dos pontos discutidos em assembléias anteriores, que estão sendo esquecidos, e que isso não deveria acontecer. Então seguiu para o próximo ponto a questão do orçamento e autonomia das Universidades, onde o Presidente do SINTEST prestou alguns esclarecimentos, e após isso foi colocado alguns pontos para reflexão. O servidor Marcos Luciano se dispôs a ajudar na questão da divulgação de informações, onde Deibson achou de extrema importância essa atitude. Após todos esses momentos encerrou-se a assembléia. 

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Reunião Estatuinte

Prezados Servidores Técnicos,

No dia 04 de outubro de 2011, terça-feira, às 08:30, na Sala de Treinamento de RH, situada no CAU III, teremos reunião da Estatuinte com a seguinte pauta:

1. Informes;
2. Retomada das discussões do estatuto;
3. Definição do calendário de reuniões;
4. O que ocorrer.
 
O quorum é de 19 membros presentes, conforme Regimento da Comissão Geral Estatuinte. Solicitamos que todos possam participar. Quem não puder participar favor, justificar na Secretária da Comissão Geral Estatuinte, com Paulo Fabrício dos Reis - Recepcionista da Comissão Geral da Estatuinte ou através dos e-mails estatuinte@uefs.br
estatuinte.uefs@gmail.com ou Tel.: (75) 3161-8400 / Ramal: 8400
   
    Membros do SINTEST na Estatuinte:

REPRESENTANTES 
Andrei de Brito Valente
Danilo Nascimento Leite
Deibson de Souza Cavalcanti
Edinilzo Bispo dos Santos
Eduardo Almeida Moura
Cristiane dos Anjos Pinto
Marconi Porto Sena
Maria da Conceição B. Gomes
Maria José Sampaio L. Costa
Maria Rita Carneiro Suzarte
Nivaldo de Assis Silva Filho
Thiago Firmino de Lima
Ivanete Alves de Sousa
Carlos Alberto da Silva Santos
Thais Michelly A. de S. Bacelar
Maria Iracema Portugal Bastos


Temos ainda 6 representantes que podemos indicar, que tiver interesse favor, ou não quer mais participar procurar o sintest.

Atenciosamente,

Diretoria do SINTEST

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Paralisação com Atividades

O SINTEST / UEFS em assembléia definiu paralisações nos seguintes dias:

05/10- Dia Estadual de Luta pelo pagamento da URV com paralisação. Concentração, 09h, no Campo Grande - Salvador
Favor inscrever-se até dia 03/10 no SINTEST, tel: 31618071 ou por e-mail: sintest@uefs.br.
Saída: 07:00 - Local: CAU III
Parada: 07:20 - Prefeitura Municipal de Feira de Santana
Retorno: 13h


Favor informar nome completo, RG e telefone celular.
 
 
25/10- Dia Estadual de Luta pela melhoria dos serviços públicos e pela valorização dos trabalhadores públicos. Concentração, 09h, no Iguatemi

Favor inscrever-se até dia 22/10 no SINTEST, tel: 31618071 ou por e-mail: sintest@uefs.br.
Saída: 07:00 - Local: CAU III
Parada: 07:20 - Prefeitura Municipal de Feira de Santana
Retorno: 13h


Favor informar nome completo, RG e telefone celular.

 
Atenciosamente,
Diretoria do SINTEST

Autonomia Universitária será tema de debate nesta sexta, 30


O Fórum das ADs realiza, nesta sexta-feira, 30, um Seminário sobre Autonomia Universitária. O Evento acontecerá no Teatro UNEB, a partir das 09h.

A discussão também poderá ser acompanhada ao vivo por videoconferência através do link: mms://aovivo.uneb.br/aduneb (para acessar será necessário que o programa media player ou real player esteja instalado na máquina). Aqueles que quiserem participar à distância, poderão enviar perguntas para o e-mail: ascomforumads@gmail.com.

O Seminário será aberto a toda comunidade acadêmica e contará com a presença dos palestrantes Paulo Cesar Centoducatte da Unicamp (São Paulo) e José Cristóvão de Andrade da Aduepb (Paraíba).

O debate acontecerá nos marcos do anúncio de um novo PL do Governo Wagner que, apesar do conteúdo ainda não ser oficial, poderá ferir ainda mais a tão frágil autonomia universitária das UEBA.

Sobre PL:
O governo do estado, numa tentativa de se livrar das UEBA, está planejando enviar um Projeto de Lei à ALBA, nos próximos dias, fixando o orçamento das universidades em 5% da RLI (Receita Líquida de Impostos), por quatro anos.
Com essa política, as universidades serão afetadas nas suas principais atividades (ensino, pesquisa extensão). Sendo assim, o crescimento das UEBA, conforme a expansão estabelecida nos Planos de Desenvolvimento Institucional (PDI), elaborados pelas universidades, será totalmente prejudicados.

Além disso, a projeção orçamentária para 2011, cerca de R$ 725 milhões, e 2012, em torno de R$ 806 milhões, representa 4,874% da RLI. O mais grave em tudo isso é o valor projetado pelas universidades em seus PDI's que sofreu alteração para menos nos anos supracitados o que afetará fortemente a expansão das UEBA.

*Com informações da ascom aduneb


--
Emiriene Costa
Assessoria de Comunicação - Fórum das ADs

Tel. 71 8728-0940
Skype: Jornalista Meireles

RELATÓRIO DO LANÇAMENTO DO FÓRUM ESTADUAL PELA VALORIZAÇÃO DOS SERVIÇOS E TRABALHADORES E TRABALHADORAS PÚBLICOS DA BAHIA – Dia 26/09/2011



Foi realizada no dia 26.09, no Hotel Portobello, em Salvador, a instalação do Fórum Estadual pela Valorização dos Serviços e Trabalhadores e Trabalhadoras Públicos do Estado da Bahia com a presença de representantes da AFPEB, CTB,  FETRAB e mais de 20 entidades do funcionalismo público das esferas municipal, estadual e federal.

BALANÇO E AVALIAÇÃO:
·                    Aprovação da carta documento a ser apresentada ao Governador Jaques Wagner e aos parlamentares;
·                    Reunião representativa com a participação de 22 entidades e amplo debate
·                    Consenso em lutar pela melhoria da qualidade dos serviços públicos e valorização dos servidores
·                    Necessidade da urgência em regulamentar a Convenção 151 da OIT ( negociação coletiva, direito de greve e organização sindical;
·                    A Judicialização das greves tem sido um entrave e um dificultador para as ações e a organização sindical;
·                    Lutar pela manutenção dos empregos dos 300 funcionários lotados na Conder. O Governo pretende devolvê-los a URBIS, em processo de liquidação, o que poderá acarretar em demissões. Ausência de política administrativa;
·                    Pelo cumprimento da Lei da Anistia. Reintegração dos demitidos da Polícia;
·                    Política permanente de valorização de pessoal e implantação de PCCV;
·                    Combate ao Assédio Moral, discriminação e preconceito;
·                    Referências a utilização do contracheque do servidor na campanha eleitoral com alusão que pouco se modificou nestes 04 anos;
·                    Dificuldades dos funcionários e técnicos administrativos das Universidades Estaduais;
·                    Aprofundar o debate sobre a pauta do Congresso;
·                    Governo Federal não quer conceder reajustes para os próximos anos;
·                    Exigir o retorno imediato da Mesa Central Permanente de Negociação;
·                    Aprofundar o debate sobre os problemas do Estado (Diagnóstico, Estudo da Realidade Sócio Econômica);
·                    Estimativa do cálculo da URV (7bilhões). O montante representa aproximadamente 70% da  arrecadação anual;
·                    Aprofundar o debate de idéias com a realização de seminários, entre outros;
·                    O município de SF Conde tem arrecadação média de 243milhões. Dos 8 mil funcionários somente 2400 são concursados;
·                    São muitos os acordos convencionados com a administração pública sem o devido cumprimento;
·                    Realização de seminários para novos ingressos no serviço público.

FUNCIONAMENTO DO FÓRUM:
·                    Aprovação do Regimento (a ser definido em reunião);
·                    Periodicidade das reuniões (trimestral);
·                    Composição (01 representante por entidade). A reunião deve definir uma coordenação;
·                    Finalidades (Fórum permanente de diálogo, consensos, e ações unitárias entre os diversos segmentos da organização sindical do funcionalismo nas três esferas e das organizações da sociedade civil em defesa da melhoria da qualidade dos serviços públicos).

Calendário de reuniões:
7/10; 04/11; 02/12 na sede da AFPEB às 09h.

Calendário de lutas:
05/10- Dia Estadual de Luta pelo pagamento da URV com paralisação. Concentração, 09h, no Campo Grande
25/10- Dia Estadual de Luta pela melhoria dos serviços públicos e pela valorização dos trabalhadores públicos. Concentração, 09h, no Iguatemi

Eventos:

28/10 - Dia dos Servidores Públicos
(diversas atividades programadas pelas entidades)

11/11- Realização do Debate: Copa do Mundo, Trabalho e Cidadania. Um olhar sobre os serviços e o trabalho público
Comissão Organizadora: Inalba, Everaldo, Madalena, Noildo e Deibson

05/12 - Seminário: Estado, Desenvolvimento e Políticas de Valorização dos Serviços e Servidores Públicos
·                    O Seminário deve aprovar uma CARTA COMPROMISSO com o intuito de apresentar a sociedade, prefeituráveis e candidatos a vereador (a) um projeto político na defesa de uma plataforma democrática voltada par o fortalecimento do Estado, valorização dos servidores públicos e da qualidade dos serviços públicos.
Comissão Organizadora: Rubens, Marilene, Bernardino Gayoso, Marinalva Nunes

ENTIDADES PRESENTES:
ACEB; AFPEB; APLB; ASCON; ASFI-IPAC; ASSUFBA; CTB; FASUBRA; FETRAB; FUNDAC; SINDETRAN; SINDIMED; SINDPOC; SINDSAÚDE; SINDSEFAZ; SINDSEFRAN; SINDSEMP; SINDSEPS; SINDSERV; SINPOJUD; SINSPEB; SINTERP-IRDEB; SINTEST-UEFS / UNEB; UNE.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Informes SINTEST

Prezados Servidores Técnicos,

Hoje (28/09), a Deputada Kelly Magalhães, Presidente da Comissão Educação da Assembléia Legislativa, informou que vai encaminhar Ofício a SAEB, SEC e Casa Civil solicitando informações sobre nossas solicitações de regulamentação, abertura de mesa de negociação, situação dos técnicos relotados e auxiliares administrativos, entre outros e depois irá marcar uma Audiência Pública caso seja necessário.

Essa solicitação de Audiência Pública ocorreu no dia 23 de março do ano corrente. Essa resposta da Assembléia veio após, termos encaminhado solicitação oficial de audiência, há muito tempo, bem como solicitação de agilidade do Governo em relação as nossas pautas desde de 2009. Na última reunião do Fórum em Conquista (16/09), foi nos solicitado que encaminhasse novamente essas solicitações de discussão de nossas pautas para a Assembléia Legislativa, que foi entregue junto com documentos de discussões do Fórum e propostas de Regulamentação da Lei 11.375/2009 na última quarta (21/09) aos Deputados Marcelo Nilo - Presidente da Assembléia, Bruno Reis - Lider da Oposição e Vice-Presidente da Comissão de Educação, José Neto - Lider do Governo e Yulo Oiticica - Lider do PT na ALBA.


Atenciosamente,

Diretoria do SINTEST

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Assembléia Extraordinária 29/09/2011

O Sintest Convoca Todos os Servidores da UEFS para Assembleia Geral Extraordinária
> Data: 29/09/2011(quinta-feira)
> Local: Auditório IV,  Modulo VI
> Horário: 09:00
 
> Pauta:
1. Informes;
2. Paralisação dia 05 e 25/10/2011 com ida a Salvador;
3. Orçamento e Autonomia das Universidades;
4. O que ocorrer.
                                                                                                                                        

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Sobre fórum Estadual de Educação

O fórum Estadual de Educação foi instalado no dia 15 de setembro de 2011, em Salvador, com  a participação da servidora Maria Conceição Borges Gomes (Suplente) como nossa representante dos Técnicos administrativos. Nesta reunião foi aprovado o regimento do Fórum, com próxima reunião prevista para o dia 25/11/2011 no IAT em Salvador. Mais informes na próxima Assembléia, a ser divulgada em breve.

Informes assembléia 20/09

Infelizmente por falta de quorum não houve assembléia. Nova assembléia será marcada e divulgada.

Direção do Sintest.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Informes SINTEST

Prezados servidores técnicos,

estamos em processo de discussão com a CTB, FETRAB, AFPEB, APLB, ASMOEB, SINDSEFAZ, SINDSEMP-BA, SINPOJUD, SINTAJ, SINSPEB, SINDETRAN, SINTERP, APPM, SINDIMED, SINDPOC,  SINDSAÚDE, sobre uma unidade dos servidores públicos estaduais, como o principal mecanismo para consolidação de serviços públicos de qualidade para a sociedade baiana, valorização dos trabalhadores públicos estaduais e  a conquista  do direito ao recebimento do passivo da URV, dentre outros itens na pauta demandada pela categoria. Para tanto, traça um calendário de atividades a ser devidamente avaliado pelas demais entidades representativas dos trabalhadores públicos, a seguir:
1.    Elaboração de um jornal unificado sobre o movimento e discussão das entidades contra o projeto de Lei 19.394/2011 que modifica a legislação que rege do Planserv.
1.1  Comissão responsável: Jorge Carneiro (Aplb-Sindicato),Marilene Betros(Aplb-Sindicato) e Marinalva Nunes(FETRAB)
2.    Elaboração de documento ao governo do estado da Bahia contendo uma avaliação do movimento dos trabalhadores, pleiteando a imediata reativação do Sistema Estadual de Negociação Permanente- SENP a ser protocolado.
2.1  Comissão responsável: Rubens Santiago (SINDSEFAZ),Armando Campos (AFPEB) e Marinalva Nunes (FETRAB)

A T I V I D A D E S
SETEMBRO
15/09 Atividade: Plenária das Entidades de Representação do Funcionalismo;   Horário – 09h;
Local – Auditório da AFPEB, Rua Carlos Gomes, 95 no centro de Salvador.
26/09 Atividade: Lançamento do Fórum em Defesa dos Serviços Públicos e da Valorização Servidor Público Estadual
Comissão responsável: Edson Pinto (SINTEST-BA/UNEB), Marlúcia Paixão (SINDSEFAZ)CTB, PIQUI  APLB, JOÃO PAULO- CTB  NACIONAL  Local - a combinar.(  REUNIÃO MARCADA NA CTB  12/09/2011 (10:00h).

OUTUBRO
05/10 Atividade: Dia Estadual de Luta pelo pagamento da URV com paralisação dos Servidores Públicos Estaduais.
Horário – 09h; Local – Praça do Campo Grande  Elaboração do panfleto: FETRAB
25/10 Atividade: Dia Estadual de Luta dos Servidores Públicos do Estado da Bahia com paralisação dos Trabalhadores Públicos Estaduais.
Horário – 09h;  Local – Iguatemi

Na Assembléia do dia 20 de setembro vamos discutir nossa participação nessas atividades.

Atenciosamente,

Diretoria do SINTEST

Informe paralisação 13/09

> Prezados Servidores,

> A Categoria em assembléia no dia 09/09/11 definiu aderir *a **paralisação do dia 13/09/11*,  como dia de Luta, contra a aprovação do Projeto do Planserv que limita direito dos servidores por acharmos inconstitucional, pois, baseado no texto da Constituição Federal, o efeito para todos os usuários atuais transgride a regra da irretroatividade e do direito adquirido (art. 5º, XXXVI, CF), ou  seja a Lei não pode retroagir para prejudicar. O Estado a muito tempo tem se refutado a discutir melhorias para esse plano, que é pago e não limitar o seu uso.

Ata da Assembléia Geral Ordinária do SINTEST-BA/UEFS 05/09

Aos cinco dias do mês de setembro de dois mil e onze, as quatorze horas e trinta minutos, em segunda convocação, conforme capitulo VI, Art. 30 parágrafo 3º do Estatuto do SINTEST,  no Auditório II, Modulo I, do Campus Universitário/UEFS, realizou-se a Assembléia Geral dos Funcionários da UEFS, conforme lista de presença, anexa, para discutir os seguintes pontos de pauta: 1. Informes; 2. Negociação com o Governo; 3. O que ocorrer. A assembléia foi aberta pelo coordenador do SINTEST Deibson de Souza Cavalcanti dando os informes sobre a ida a Salvador e falando da Paralisação que foi boa mais que falta estimulo da categoria. Logo após a servidora Gleice falou que as vezes deixam mesmo sem estimulo mas que devemos procurar uma forma  de movimentar e fazer criatividade para a categoria participar. Depois Deibson disse que a UEFS tem setecentos e dois servidores  mais  na hora das manifestações a maioria não participam. Acrescentou falando que ele não assinou nenhum documento do Planserv. A seguir a servidora Simone Teles falou da falta de  respeito dos governantes com a categoria que deixam todos indignados e que lá em Salvador ficou como se a categoria não existisse . Logo Deibson informou da reunião lá em Vitória da Conquista onde a pauta será autonomia, orçamento das verbas, retirada do vale alimentação para os servidores de trinta horas, falou da paralisação do dia treze de setembro que vai acontecer, da mesa de negociação. Partindo para as propostas decidiram em fazer uma assembléia dia nove de setembro para  discutir os seguintes pontos de pauta: Informes; Discussão-Paralisação Estadual 13/09/2011; Estratégia de Mobilização; O que ocorrer. E nada mais havendo a tratar, eu Joselita de Jesus Silva, lavrei a presente Ata. Em anexo consta a lista de presença da categoria na Assembléia. 

sábado, 10 de setembro de 2011

Forró do Aconchego - SINTEST-BA/UEFS

Aconteceu no dia 16 de Junho de 2011, no Auditório Central da UEFS, das 16h ás 21h, o III Forró do Aconchego proporcionado pelo SINTEST-BA/UEFS, onde trouxe muita alegria e diversão para todos os servidores da UEFS.





















sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ata da Assembléia Geral Extraordinária do SINTEST-BA/UEFS 29/08


Aos vinte e nove dias do mês de agosto de dois mil e onze, às nove horas e trinta minutos, em segunda convocação, conforme o capitulo VI, Art. 30 parágrafo 3º do Estatuto do SINTEST/UEFS, na sala de treinamento do RH, no Cau III,  realizou-se a Assembléia Geral dos funcionários da UEFS, conforme lista de presença anexa, para discutir como ponto de pauta único a questão do Planserv . Deibson o coordenador Geral do SINTEST abre a assembléia saudando a todos e segue com os informes, onde falou da sua ida a Salvador para acompanhar o que estava acontecendo com relação ao Planserv, comunicou da reunião que teve com o deputado Zé Neto, onde o mesmo disse que não iria poder adiar essa resposta por um mês, como tinha sido solicitado. E seguiu falando sobre as mudanças que o Planserv poderia sofrer e o porque das modificações, Deibson seguiu dizendo que essas mudanças já estavam planejadas desde março e que os representantes dos funcionários públicos não os comunicaram. Deibson deu a idéia de sair da UEFS na quarta-feira (no dia da votação do Planserv) com um pessoal para fazer uma manifestação em Salvador, onde os servidores irão mostrar sua indignação, também foi avisado que os outros sindicatos estariam fazendo assembléias nessa segunda-feira, com o mesmo ponto de pauta. Aproveitando o momento Deibson informou sobre a URV, e tirou as duvidas dos presentes. Ele seguiu citando e explicando as principais alterações no projeto de lei relacionado ao Planserv, comunicou sobre a carta aberta quem foi escrita por ele juntamente com o professor Jucélio e publicada no jornal Correio.
Foi aberto um espaço para sugestões, encaminhamentos e duvidas. Entrou em votação a questão da paralisação ser de um ou dois dias, onde a maioria decidiu em parar dois dias (na terça-feira e na quarta-feira). Onde ficou decidido que na terça-feira iria ocorrer uma manifestação na frente da Prefeitura (Panfletagem), e na quarta-feira iria ser feita uma manifestação em Salvador, com saída da UEFS as 7:15 h e pegaria outra parte das pessoas às 7:30 ao lado da prefeitura, e retornaria de Salvador às 16:30 h. E por fim Deibson comunica que as comissões estavam precisando de gente, e pergunta se alguém se interessaria, e encerrou-se a assembléia.

Ata da assembléia Geral Extraordinária do SINTEST-BA/UEFS 09/09

Aos nove dias do mês de setembro de dois mil e onze, às nove horas e trinta minutos, em segunda convocação, conforme o capitulo VI, Art. 30 parágrafo 3º do Estatuto do SINTEST/UEFS, na sala de treinamento do RH, no Cau III, realizou-se a Assembléia Geral dos funcionários da UEFS, conforme lista de presença anexa, para discutir os seguintes pontos de pauta: 1. Informes; 2. Discussão – Paralisação Estadual 13/09/2011; 3. Estratégia mobilização; 4. O que ocorrer. Foi iniciada a Assembléia onde Deibson o coordenador Geral do SINTEST cumprimenta a todos e comunica da enorme ausência dos outros servidores, seguiu com os informes com relação da redução do orçamento da UEFS. Deibson coloca em questão se com o baixo número de presentes daria para discutir a paralisação estadual do dia treze de setembro de dois mil e onze, com isso os servidores presentes comunicam que para haver uma paralisação do dia treze tem que saber o motivo da paralisação, sendo assim Deibson presta os esclarecimentos. Os servidores seguem “batendo na mesma tecla” que se deve agir de forma mais radical, pois de forma pacifica não se consegue “nada” e Deibson segue com os esclarecimentos, onde ele comunica que com o baixo orçamento do SINTEST não tem como combater o governo do estado na mídia, informou que junto com a ADUFS foi gasto quatro mil e quinhentos reais para colocar a carta aberta no jornal correio da Bahia, voltando para a questão da redução da verba da UEFS, discutiu-se das conseqüências que isso geraria, avisou que foi marcada uma reunião do fórum no dia quinze de setembro de dois mil e onze para discutir a situação do servidor, e no dia vinte e três de setembro acontece a reunião do fórum dos técnicos e informa que vai ocorrer a mudança da presidência desse fórum, onde a UEFS passaria o poder para Ilhéus, e os servidores presentes começaram expor suas opiniões. Deibson seguiu com os encaminhamentos. Foi colocado em votação se haveria paralisação no dia treze de setembro, onde houve aprovação da maioria dos presentes. Josué apresenta sua proposta, onde ocorreria a paralisação em pró da conscientização do Planserv. Então iniciou-se  a votação se ocorreria atividade no dia da paralisação ou não, sendo que ficou decidido parar sem atividade, sendo assim ficou certo que passando um ou dois dias após a reunião do dia quinze de novembro seria marcada uma nova assembléia, onde os resultados da reunião do dia quinze seria exposto e seguiria com os encaminhamentos, depois de tudo isso encerrou-se a assembléia.

Informes Assembléia 09/09

Prezados Servidores Técnicos,

A Categoria em assembléia hoje definiu aderir a paralisação do 13/09, como dia de Luta, contra a aprovação do Projeto do Planserv que limita direito dos servidores por acharmos inconstirucional, pois, baseado no texto da Constituição Federal, o efeito para todos os usuários atuais transgride a regra da irretroatividade e do direito adquirido (art. 5º, XXXVI, CF), ou seja a Lei não pode retroagir para prejudicar. O Estado a muito tempo tem se refutado a discutir melhorias para esse plano, que é pago e não limitar o seu uso.


Reunião do Fórum das 12 e do Fórum dos Técnicos das UEBA'S.
Data: 15/09/2011
Local: Vitória da Conquista 
Reunião para discutir luta conjunta, inclusive greve em Defesa das Universidades Públicas.
Assembléia - 20/09
Local: Anfiteatro
Horário: 08:30
Pauta: Negociação e discussão do Fórum das 12.

Vamos marcar reunião com a FETRAB objetivando uma pauta conjunta de discussão e cobrar abertura da mesa de negociação adiada em função da discussão pela votação do Projeto do Planserv. 
Atenciosamente,

Diretoria do SINTEST