segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Carta Fórum dos Técnicos das Universidades Estaduais Baianas

Carta Fórum dos Técnicos das Universidades Estaduais Baianas
                                                                                             
Ilhéus, 27 de fevereiro de 2012
A Comunidade em Geral

No ano de 2008 foi montada uma mesa setorial de negociação com o Governo do Estado para discutir os problemas referente a categoria dos técnicos das UEBA’S, e principalmente o nosso plano de cargos e salários. Naquele momento da discussão da Lei 11.375/2009, apesar de algumas perdas na gratificação em relação a Lei 8889/2003, aceitamos a nova lei, pois, entendemos que teríamos avanços, como por exemplo, alguns cargos que estavam em extinção retornaram a ativa, probabilidade de promoção usando título de graduação para os técnicos e fizemos também um acordo em relação a nossa nova gratificação a GSTU, que ela aumentaria linearmente sem incorporação, visto que, o salário do técnico quanto dos auxiliares com essa política de subtração do Estado estava fadado a ganhar apenas um salário mínimo.
Infelizmente o Governo não cumpre a Lei e os acordos firmados como, por exemplo, até hoje não finalizou processos de enquadramento, não regulamentou a Lei 11.375/2009 que deveria ter ocorrido até 01 de fevereiro de 2010 impedindo assim o servidores de terem promoção e progressão, mesmo com proposta encaminhadas pelos sindicatos da categoria a mais de 2 anos, subtração da GSTU e CET como forma do servidor atingir salário mínimo, não enquadramento de servidores da carreira dos técnicos administrativos, revisão e solicitação de insalubridade e periculosidade sem respostas a 6 anos, entre outros.Abaixo tabela sobre (in)evolução da nossa gratificação.
Evolução da gratificação no Governo Wagner

1 ano
2 ano
3 ano
4 ano
5 ano
6 ano
Item / Ano
2007
2008
2009
2010
2011
2012
Gratificação paga em %
95,47
86,96
79,208
75,037
73,527
61,928
Gratificação paga em Valor
346,84
364,99
376,07
386,82
404,93
389,24
Valor que a Gratificação deveria ter
362,79
400,72
376,07
408,53
432,67
460,79
     Gratificação paga no Grau I – Referência I do Técnico Universitário - 30 horas.

            Como podemos perceber na tabela, os valores da gratificação dos técnicos não vêm aumentando conforme negociado, que a porcentagem em relação ao salário está baixando progressivamente e que essa proposta do Projeto de Lei 19.703/2012 vai deixar o valor da gratificação a ser paga abaixo do valor de 2011 e isso acontece em todos os níveis dos técnicos e também com o CET (gratificação) dos auxiliares e demais técnicos do Estado. No exemplo acima, em 2011 o valor da gratificação é de 404,93 e com a proposta do governo reduzirá para 389,24 em 2012, quando deveríamos estar recebendo 460,79 se o Governo cumprisse os acordos.
            Todos esses problemas ocorrem não somente com a nossa categoria e sim com maior parte dos servidores do Estado, onde essa desvalorização é fruto de um Governo Autoritário e Anti-Democrático, que divulga existências de negociações permanentes através das mesas centrais e setoriais, mas, essas mesas não se reúnem desde janeiro 2009 para discutir problemas e soluções das categorias, nos recebendo apenas quando entramos em processo de paralisações e greve.
Esperamos que nossos Deputados dêem um basta a atitudes de um Governo que atropela as votações, não negociam com as categorias e promovem uma política de desvalorização com os seus servidores.


AFUS - UESB      AFUSC – UESC       SINTEST – UEFS / UNEB
        (77) 34248684       (73) 36805084           (75) 31618071 / (71) 33843680

Nenhum comentário: