Carta Aberta - Greve dos Policiais Militares

Os Sindicatos dos Técnicos das Universidades Estaduais Baianas são solidários a greve dos Policiais Militares na luta pelos melhores salários e condições de trabalho e convoca a toda a sociedade a refletir sobre a situação da Segurança Pública do Estado da Bahia.
Entende-se que a segurança pública deve ser tratada com maior seriedade pelo nosso governo, pois, e a insegurança que passamos hoje não é simplesmente em função da greve da Polícia, e damos como exemplo que no final de semana antecedente a greve, foram assassinadas em Feira de Santana 10 (dez) cidadãos, e nesse momento só tem uma ampliação desse quadro.
Ano passado os Sindicatos do Funcionalismo Público, realizaram vários atos e paralisações, além da greve dos professores com objetivo de chamar atenção do Governo sobre a necessidade de negociação com as diversas categorias e em função da falta de diálogo e da truculência que o Governador Vagner tem tratado o os servidores públicos, bem como, o sucateamento que os serviços públicos vêm sofrendo.
A greve dos policiais é fruto da truculência e inoperância desse Governo que a cada dia vem se mostrando inábil no trato com seus servidores e com os cidadãos baianos.
Sabe-se dos prejuízos e transtornos que qualquer greve cria na Sociedade e principalmente, quanto o assunto é Segurança, mas, os Policiais Militares são cidadãos que merecem respeitos, por isso, conclamamos a Sociedade a apoiar o movimento desses nossos guerreiros, não apenas pelo fim da greve, mas para que os policiais tenham seus diretos já aprovados garantidos, estejam mais bem equipados e com salários dignos.

SINTEST – UEFS / UNEB           AFUS – UESB              AFUSC – UESC
sintestba@gmail.com / (75) 3161 8071  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

sintest convida aniversariante

Aniversariantes mês do março